Hepatite de Rubarth

 

Origem

Também denominada hepatite infecciosa canina, esta doença é causada por um adenovírus canino tipo 1. Está praticamente extinta em França devido à vacinação.

clip_image001

Inclusões histológicas características da Hepatite de Rubarth, observáveis no fígado de um cão doente.

Principais sintomas

Nos cachorros com 1 a 3 semanas, manifesta-se por dores abdominais, abatimento seguido de coma que conduz à morte no espaço de algumas horas. Nos cachorros mais velhos ou no animal adulto, observa-se uma febre elevada, diarreias muito líquidas associadas a vómitos frequentes, perturbações oculares e renais.

Forma de contágio

Este vírus é particularmente resistente no meio exterior. O contágio ocorre por via directa através do contacto com animais já infectados, mas também por via indirecta através de lambidelas de materiais contaminados.

Prevenção

De dois tipos: por um lado, sanitária (higiene, desinfecção com compostos de amónio quaternário, quarentena…) e, por outro lado, através da vacinação.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: