Oslerose

 

Origem

Trata-se de uma doença respiratória parasitária provocada por Oslerus osleri, estrôngilo que se aloja na bifurcação traqueo-bronquica.

Principais sintomas

Os cachorros com mais de 2 meses (espaço de tempo para a declaração dos sintomas após a infecção) evidenciam acessos de tosse violenta, seca, associada a ruídos respiratórios e a crises dispneicas após um esforço.

clip_image001

Nódulos característicos de oslerose na traqueia de um cão Yorkshire, falecido em consequência da doença.

Forma de contágio

Ocorre por transmissão da larva através de contacto próximo, via oro-nasal, durante um acesso de tosse ou por lambidelas. Não existe contágio intra-uterino. A cadela pode expectorar larvas de forma intermitente durante diversos anos.

Prevenção

A coproscopia parasitária dos animais em quarentena com tosse, assim como a higiene regular das boxes permite diminuir a incidência da oslerose.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: